Tumpik
juditehappylife · 3 days ago
Photo
Tumblr media
Perfil fechado por motivos de recuperação de saúde. Por motivos de saúde tenho estado em grande necessidade de recolha. Ainda há poucos dias partilhei esta necessidade convosco. Mas, para estar em pleno com todos vós, voltei ao serviço muito cedo após a última paragem, e neste momento tive um agravamento, e encontro-me em novo resguardo, desde domingo. Tenho tentado fazer algumas coisas, mas isso fez com que estes dias tenha piorado. E hoje tenha decido partilhar connosco o que se passa Tem sido com imensa fé, que tenho repetido a minha promessa interna de: "amanhã volto", mas ontem comecei a repensar isso: por agora, não se pode concretizar. Assim, nos próximos dias este perfil terá pouca actividade e encontram-se suspensos os novos pedidos @liveintheflow_byjudite Sei que estão muitas mensagens por responder, mas a incapacidade de tempo e energia não está a acompanhar. Peço a vossa compreensão. Os serviços que se encontram a decorrer estão a ser tratados. Serão vistas na medida do possível, assim como as respostas a todas as mensagens pendentes, de acordo com a capacidade de resposta, articulado com os periodos de descanso. (Tenho dormido muito... e estou com uma grande dor de rabiosque à conta disto 🤣, mas as febres altas e imobilidade do corpo que tenho tido, a isso exigem: muito descanso) O tratamento dos pedidos de serviços @joyfulness.at.work estão a decorrer normalmente pela minha equipa e parceiros. Entretanto conto voltar muito, muito em breve, Com amor, e pelo amor, Judite https://www.instagram.com/p/CjDROWpjbL1/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 6 days ago
Photo
Tumblr media
A vida é feita de viagens... Algumas que ocorrem fora de nós, outras bem cá dentro, no conhecimento de nós, da nossa alma, do nosso coração. As viagens estão sempre a acontecer, todos os dias. Umas mais rápidas. Umas bem mais leves e discretas. Mas todos os dias avançamos em direção a alguma escolha. Sim, fazemos sempre escolhas todos os dias que mudam o rumo do nosso caminho: As escolhas que fazemos conscientemente para alcançar algo. As escolhas que fazemos quando não escolhemos, mas que, nos vão levar a algum caminho também. Independentemente de tudo. Fazemos sempre uma escolha. Fazemos sempre uma viagem. E podemos escolher estar atentos e apreciar e usufruir dessa viagem, ou apenas que ela aconteça por acontecer, sem grandes proveitos. A vida é assim. Uma eterna de viagem de superação e encontro a nós [email protected] Que podemos ou não alcançar. Que podemos ou não compreender. E essa é a verdadeira escolha da viagem: Como a vamos fazer! Hoje deixo esta questão no teu coração: como estás a escolhet fazer a tua viagem? Com amor, Judite #conexão #amor #alegria   #desenvolvimentohumano #desenvolvimentoespiritual #desenvolvimentopessoal #desenvolvimentoemocional #espiritualidade #liderançapessoal #tantra #yoga #harmonizaçãoderitmosbiológicos #risoterapia  #AstrologiaTerapêutica #terapeutaholistica #joyfulness #felicidade (em Sintra, Portugal) https://www.instagram.com/p/Ci77CCTjUMc/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 7 days ago
Photo
Tumblr media
Há sitios que serão sempre a nossa casa... onde nos sentimos a regressar sempre bem [email protected] Quem me acompanha aqui há mais tempo, reconhece a vista desta varanda. Esta é a varanda da minha casa, onde vivi durante os últimos anos (até mudar para o norte recentemente). Quando me mudei, a nova inquilina da casa, é nada mais que uma amiga de longa data, que é como uma irmã para mim, e com isso, sempre que aqui venho, tenho a porta aberta para vir relembrar uma tarde no meu sofá, um olhar sobre esta praça linda, que é a Praça Luís de Camões, com a azáfama da vida a correr lá em baixo. E hoje, é um destes dias. Em que ao entrar e encontrar este espaço que tem tanto de mim. Ou na rua, no reencontro com os vizinhos que celebram animadamente o meu avistamento. Muitas pessoas com quem falo, que nunca tiveram a oportunidade de viver num bairro tipo lisboense, consideram viver na cidade uma coisa fria, de gentes distantes... ... eu tenho a experiência de crescer numa vila nos subúrbios da beira litoral, de viver no centro de uma pequena cidade no alentejo, de viver numa freguesia superpovoada em Lisboa e de na mesma cidade ter vivido anos num bairro típico... e nenhum sítio me fez sentir tão em casa, acolhida e conectada com os seres humanos em redor, como este último. Viver num bairro popular em Lisboa, e abrir espaço à interacção com a vizinhança, é como viver numa grande aldeia, onde colaborar e pensar em comunidade ainda vale muito. Hoje já não me vejo a viver aqui todos os dias, por outros motivos. Mas o conceito de comunidade é algo que me preenche sempre o coração. Afinal... somos ou não somos seres de vivência coletiva? Porque "teimamos" em ser egoísticamente solitários? Com amor, Judite (em Bairro Alto, Lisboa, Portugal) https://www.instagram.com/p/Ci5cp27DLo6/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 7 days ago
Photo
Tumblr media
Há um dito que diz: se queres conhecer a cultura de um lugar, de um país, cidade ou um simples bairro, vai aos seus mercados. E eu sou mesmo uma apaixonada por mercados. Viva onde viva, viaje para onde viaje, visite onde visito, vou sempre aos mercados. E sabe-se tanto dos locais só por aquilo que os mercados apresentam. Quando vivia aqui, vinha a este mercado todas as semanas, como hoje, aos sábados. Fazia parte de um ritual. Meu, dos habitantes locais. que se reúnem no recolher de alimentos frescos, orgânicos. Logo ao lado, um mercadinho mais virado para utilidades, novos, usados, artesanais e cumprir quer expectativas locais quer dos turistas que aqui passam. Em ambos, jovens de várias nacionalidades, a aproveitar o momento, na tentativa de viver cada vez mais de forma simples, em slow, a usufruir do melhor que a vida pode trazer, a olhar para a qualidade em vez de quantidade, do valor justo em vez do mais barato. Do parar e sorrir, perdidos em conversas com o desconhecido do lado. Muitas vezes tenho saudades de aqui vir. Porque me dá um certo alento sobre onde há esperança. Neste mercado vive-se uma máxima de colaboração e de comunidade. E de facto, precisamos tanto disso... Com amor, Judite #conexão #amor #alegria   #desenvolvimentohumano #desenvolvimentoespiritual #desenvolvimentopessoal #desenvolvimentoemocional #espiritualidade #liderançapessoal #tantra #yoga #harmonizaçãoderitmosbiológicos #risoterapia  #AstrologiaTerapêutica #terapeutaholistica #joyfulness #felicidade (em Príncipe Real) https://www.instagram.com/p/Ci41G5ujbPb/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 8 days ago
Photo
Tumblr media
2 crianças no parque da brincadeira!!! Não é de sangue, mas é minha irmã, de alma, coração e muitas gargalhadas!!! Love you soul sister! (em Bahia Beach Club) https://www.instagram.com/p/Ci24AG7D7LE/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 9 days ago
Photo
Tumblr media
Cara de quem passou o dia a partilhar com amor e que apesar de cansada, sente o nutrir da sua missão em ação. Hoje foi dia de trabalhar a Liderança com 9 homens! Sim... uma sala cheia de homens, team leaders técnicos, com a sua brutidade característica de quem anda no dia a dia a lidar com as rudezas da sua actividade, numa masculinidade esperada de resolução e firmeza, de serem "de ferro" E ao mesmo tempo com o seu lado cuidador, da energia do feminino, de quem olha e preocupa-se com todos aqueles que no dia a dia contam com eles. Depois de um dia de trabalho, de debate, de troca, de estar tantas horas em pé, chego ao final com uma certa alegria no peito e uma reflexão simultânea. No meu trabalho no @liveintheflow_byjudite o meu público são as mulheres, mas é tão curioso como na formação me surgem, algumas (muitas) vezes, grupos masculinos para trabalhar temas associados ao olhar e cuidado do outro ou ao desenvolvimento da criatividade. Muitas destas vezes, estes grupos partilham que gostavam de ter mais mulheres técnicas a concorrer para trabalhar consigo. E isso, dá-me uma certa fé na humanidade. No feminismo luta-se muito pela inclusão e pela igualdade. Mas muitas vezes é esquecido a importância de desenvolver o equilíbrio das energias femininas e masculinas em cada um de nós: mulheres e homens. Porque, de facto, onde há maior aceitação e confiança no espaço para essa igualdade é onde estas energias são vividas e trabalhadas também dessa forma. Que possamos trabalhar em nós nesse sentido. Que possamos viver em nós, e à nossa maneira, reconhecendo a mais valia da diferença, e simultaneamente da... equidade. Para o efeito, e como ainda não criei os temas dos próximos workshops Live in The Flow, pré anunciados ontem, estou aqui, com a minha cabecinha a pensar nisso... e se o próximo workshop fosse mesmo sobre isto: viver o feminino e masculino divino em cada um/a de nós? Com amor, Judite #conexão #amor #alegria   #desenvolvimentohumano #desenvolvimentoespiritual #desenvolvimentopessoal #desenvolvimentoemocional #espiritualidade #liderançapessoal #tantra #yoga #harmonizaçãoderitmosbiológicos #liveintheflow (em Algés) https://www.instagram.com/p/Ci0Y1uOjLhP/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 10 days ago
Photo
Tumblr media
Entre uma uma actualização de uma certa app, que abriu um novo campo para colocarmos a personalidade em destaque no perfil, e preparar a formação de liderança de amanhã, relembrei o meu tipo. E deste momento surgiu uma gargalhada, que ecoou imensa num silencio (quase) ensurdecedor... porque não me tinha ocorrido antes dar essa resposta. Faz umas semanas, uma pessoa que é um facebook-friend, ficou um pouco indignada, quando me perguntou se podiamos conhecer melhor por chamada. Ao que respondi que não. Uns dias depois, voltou a questionar-me num: "mas não, porquê", ao que lhe respondi, que entre não querer conhecer melhor, porque não tinha interesse em aprofundar dessa forma o conhecimento, também não gosto de falar ao telefone. Indignado, a pessoa ainda tentou um "não acredito, porque tu és tão espontânea e faladora" (ou algo parecido, porque não lembro das palavras exactas). Hoje lembrei-me que lhe podia ter respondido apenas: sou um I, sim, um I no meu agora INFP-A Seria tão mais simples, não é? Bem... enquanto curto o momento mesmo tipico da minha personalidade, deixo-te aqui um exemplo... https://www.16personalities.com/br/personalidade-infp https://www.instagram.com/p/CiyJO1NjHm-/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 10 days ago
Photo
Tumblr media
E assim volto, repleta de energia, alegria e a dinamizar uma ação de um tema que me é tão caro e querido em simultâneo... Tempo... as suas leis e estratégias, os ritmos bio-ecológicos (e energéticos), a liderança pessoal... O meu maior conflito entre a teoria e o plano do meu lado virginiano e o esforço da aplicação efetiva a que o meu lado sagitariano me desatina. Esta "luta" sem fim, que a consciência da minha essência integra e por isso reconhece tão bem, e lme dá um background imenso para partilhar. Às vezes até apetece dizer: se funciona comigo, funciona com qualquer um (🤷‍♀️🤣🤦‍♀️) E aqui, entra a nossa capacidade de auto liderança. Estas duas semanas "fora do ar" foram essenciais para restabelecer energia e para rever tanta coisa. Decidir o que fica e o que vai... Há tantas mudanças neste último tempo, que gritam desalmadamente sobre as minhas prioridades. E por isso, esta é a hora de lhes dar voz, na vida... no tempo, tão precioso... E agora está no tempo de pôr as leis do tempo a funcionar para mim, e focar no que é mais importante para mim no melhor que posso dar-te a ti e ainda equilibrar todas as restantes questões da minha vida? Queres saber o que vem aí? Então neste ano 2022/23 vou estar focada na entrega de apenas serviços: ☺️ Programas de Bem-Estar e Alegria no Trabalho com o meu @joyfulness_at_work ☺️ Programa de Liderança Pessoal que agora será o Programa de Liderança e Prioridade Pessoal (através da estratégia de Harmonização dos Ritmos Bio-Ecológicos e Energéticos) Podem ser frequentados na nova turma anual, ou em consulta individual ou retiros (grupo ou privado) ☺️ Novos packs dos Mapas Pessoais, num registo Tailor Made, que vão permitir mais flexibilidade nas necessidades de cada um. ☺️ Live in The Flow (tantra, dança, arte, consciência, espiritualidade) com vivências em workshops ou retiros A saberes: ➡️ Os restantes serviços estarão suspensos ➡️ os retiros de grupo irão acontecer num formato bimensal (6/ano) ➡️ existe um limite de pedidos de: 8 mapas / mês 3 consultas / semana 1 retiro privado / mês ➡️ agenda quase completa para'22 , antecipa os teus pedidos Com amor, Judite (em ClipHotel) https://www.instagram.com/p/CixYw5ejmKK/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 18 days ago
Photo
Tumblr media
Pausa. É a isso que vou dedicar os meus próximos dias em relação ao mundo online. Neste momento de reconstrução e redefinição de tantos projectos que estou a largar, outros a redifinir. Num momento em que estou a construir um afinamento do meu tempo, para a minha missão maior. Num momento em que estou a fazer um profunda arrumação na casa que aloja a minha alma. Estarei bastante ausente destas redes que nos consomem o tempo perdido no barulho de mil coisas a acontecer ao mesmo tempo. Os tempos estão rápidos. O mundo está rápido. E eu sinto um profundo chamado ao silêncio, e ao afastamento desta azáfama, para me dedicar ao que mais importa. Nos últimos meses preparei os meus sistemas de contactos para que dependessem menos da minha presença. Estou a construir uma equipa, com quem este peso de estar presente é dividido, casa vez mais, para que possa imergir na afinação do melhor que a minha voz possa traduzir da minha alma. Tenho tanto para por cá fora. Para partilhar. E o embrulho da azáfama do tempo, impede-me esse discernimento de focar em tudo o que tenho para trazer. Neste momento apenas preciso de que o mundo abrande para mim. Para fazer florir o que de melhor posso trazer, a este momento. Então, nessa calma que me é pedida, porei essa calma por aqui também, nos próximos dias. Voltarei em breve, com todo o fogo da minha escrita, assim que o ruído da azáfama acalme e os rascunhos que estão a ser afinados para os próximos tempos dos meus projectos, estejam "passados a limpo", na sua versão final, ou pelo menos aquela que será, nos próximos tempos. Entretanto, possivelmente, de quando a quando, porei aqui o olhar breve, para alguma situação inadiável. Mas sem promessas e compromissos de cá estar. Porque sei que as questões vão vir, e este também é um motivo do abrandamento, de forma a gerar tudo a passar a estar em dia: Quem tem pedidos de marcação de consulta ou de entrega de mapas em limite do tempo, os mesmos estão a ser verificados. A quem tem respostas a receber nas mensagens privadas, irei respondendo com calma. Existem centenas de mensagens em espera, que tem de ser respondidas por mim, e que estão a ser vistas com calma. Com amor, Judite (em Um Lugar Dentro De Mim) https://www.instagram.com/p/CiccRkvjj4-/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 20 days ago
Photo
Tumblr media
Hoje escrevi um longo texto reflexico, no face alusivo a este artigo, Podes ler no meu perfil do Facebook, se ainda não segues podes procurar por Judite B Rezende ou se estás a ver este post num browser de Internet, seguir este link: https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=pfbid0o8fGT8vva7ZRSQpdsjSmVNDJpa2J8pMv8kmArgdBkemzo1ZqME4aFFrHfbxd9SRml&id=100000341550846 Para todos os efeitos, mesmo sabendo que é muito mais fácil ler por lá, vou transcrever abaixo, para se quiseres ler por aqui. *** Encontrei aqui na partilha de outra pessoa este artigo, e comecei a pensar em como conheço tantas pessoas que se dizem tantas vezes como são honestas e sinceras... mas...na verdade... quantas o são mesmo? Já vi pessoas a bater no peito sobre a sua honestidade e sinceridade. Mas na hora estratega de manter os seus interesses por dentro do controlo que querem, acabam sempre na inverdade. Mas o que é a inverdade? Tudo o que não contém a verdade total, que a pessoa que exprime algo, conhece em si, naquele momento. Sejam mentiraa, omissões, distrações ou fuga sobre um tema, generalizações propositadas, meias informações, etc, etc, etc Muitas pessoas não percebem, p.e., porque falo aqui tanto de outras versões da mesma história. Porque clamo tanto por olharmos à verdade, e lutarmos por ela. Porque falo em luta contra as instituições patriarcais, ultra-capitalistas e de olhar monogâmico. E até porque escrevo tanto a minha posição de 'mais vale só do que mal acompanhada' Apenas por isto, porque sinto isto: que precisamos normalizar a verdade. Porque precisamos de verbalizar o nosso sentir honesto. Porque precisamos de perder o medo de manifestar o nosso ponto de vista, os nossos sentimentos por algo ou alguém, por medo do que os outros vão pensar sobre nós. Porque precisamos de perder o medo de ser julgados por não pertencer ao pensamento instituido ou até de nos colocarmos frágeis sob o olhar de outro. Porque precisamos de viver com paz no coração sem sobressaltos sobre o que vai acontecer ou deixar de acontecer. (continua nos comentários) https://www.instagram.com/p/CiXJQ4Oj7ul/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 21 days ago
Photo
Tumblr media
Li no perfil da @dannyanandamayi (@anandamayee.yoga) e trouxe porque me faz muito sentido: "1 - Quem destila ódio contra quem não conhece, mostra muito mais de si próprio do que do outro. E não imagina, nem tem estrutura psíquica suficiente, para compreender o que significa sustentar uma Egrégora. 2 - Quem se diz conectado e espiritual, e ainda assim destila ódio contra quem não conhece, e sobre uma alma que se desprendeu da carne, e que está neste momento a atravessar os portais rumo ao Absoluto, ainda caminha de cueiros com necessidade de chupetas. Porque não compreendeu que a cada Alma é dado um propósito, e bravas são aquelas que não desistem pelo caminho, e que conseguem viver abnegadamente para o cumprir. 3 - Quem destila veneno deste género e grau, com ressentimento dentro, emocional… precisa de muita cura. Está ainda longe do Coração. Precisa de amor. Precisa de crescer, como um jovem Carvalho à sombra dos outros carvalhos maiores e imensos, para que possa finalmente sentir os raios de sol a aquecerem-lhe a copa, para que transcenda finalmente a fragilidade da carne, e alcance o entendimento que lhe abrirá a porta para sentir a glória da Alma. Isis de Sirius" Mais amor e olhar além, por favor! Judite https://www.instagram.com/p/CiVT_pHDe1x/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 22 days ago
Photo
Tumblr media
Prefiro estar só do que estar sozinha. Este mantra foi-se formando e reformulando ao longo da manhã na minha cabeça. Foi variando o estar no ser, o ser no andar, entre tantas versões. E enquanto este mantra se foi formulando e intensificando na minha mente, nos afazeres e até perdidos na inercia do tempo que se fez sentir hoje em mim. Um tempo que fui mastigando numa balança entre a culpa do desperdício e o fuir da vida sem pressa, descomprometida. Sinto a pressão de ter de cumprir com alguns compromissos de hoje e doa próximos dias, e isso dá-me um abanão contrariado. Preciso de um café, de ir arranjar um plástico para forrar o chão do teambuilding de amanhã, preciso de contar e separar os materiais para as dinâmicas, preciso de terminar de alinhar o guião definitivo para a actividade. Preciso disso tudo e não tenho vontade de fazer nada disso. Desmarco reuniões da tarde, porque tenho tudo atrasado, inclusive o que preciso de acertar com a minha equipa, e que pode esperar até segunda-feira. Tento focar-me. E o mantra repete-se. Ecoa na minha mente. Entro nas redes. O mundo está (ou será continua) mais louco. O mundo muda rapidamente todos os dias. Nos últimos dias mudou muito. Comentadores de ódio alinham-se nas bancadas virtuais. E o mantra repete-se. Pego na chave do carro, fugindo de casa simbolicamente, como quem foge do drama sentido nas gentes. Sinto o rosto fechado. Forço um sorriso. Algumas linhas de texto sob o eatado das coisas, deste drama de fim de ciclo, e do reinício (sim, hoje, 9/9 temos um portal de mudança de tempos) vão formando-se na mente. Socorrooooooo não quero falar de portais nem mudanças de tempo, nem ciclos. (continua nos comentários) (em Parque Temático Molinológico) https://www.instagram.com/p/CiSLtozjlNP/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 23 days ago
Photo
Tumblr media
Esta semana começou atribulada, no meio de muitas celebrações abraçadas de reflexões. A semana foi avançando extenuada de trabalho que ainda não estava orientada para o ritmo que me pedia, mas essencial para dar continuidade ao processo dentro de mim. Vou a caminho de um final da semana que ainda recheado de trabalho, me acolhe em certezas. Certezas de que o tempo, este tempo, é um lugar de despedidas. Despedidas do que já não cabe, não faz sentido, que já entregou o que veio cá fazer. Por vezes é duro fecharmos algumas portas, principalmente portas das quais demos o nosso suor e lágrimas... e o sangue, claro que nos fez bombear o coração para a execução. É duro, porque é como renunciar a um filho. E já não é a primeira vez que faço uma renúncia destas. Lembro-me, há uns anos, quando vendi as cotas da minha primeira empresa que tinha em sociedade com o meu companheiro da altura, e algumas outras pessoas, como foi duro. Custou mais tomar a opção de deixar a minha participação na empresa, do que a separação de 8 anos de conjugalidade. Porque era a um filho que estava a renunciar. Embora não seja mãe de humanos, já pari muitos filhos, muitos projetos que vieram da profundeza de mim e que investi tudo da alma ao corpo para o fazer andar. Mas há momentos que temos que reconhecer que é tempo de largar. Porque apenas quando abrimos espaço dentro de nós, podemos abraçar outras coisas. Há muita coisa em mim, muitos projectos que andei a carregar em esforço, mesmo não fazendo sentido. E agora, fazendo juz às minhas apregoações, tenho de avançar. É normal que vejam a mexida por aqui. Hoje, uma amiga, enviou mensagem a questionar pelo @dharmaholisticstudio que abriu faz um ano e já estou a encerrar. Há projectos longos, há projectos recentes, mas sim, há várias coisas que me estou a desprender, pelo meu bem maior, para ter espaço para fazer aquilo que me faz mais feliz, e que muitas vezes tenho adiado. Claro que fechar esses projectos não me encerra em mim a minha parte desses projectos. Porque na minha alma eu continuo a ser no meu dia a dia, aquilo que transportava para os mesmos. Continua nos comentários... https://www.instagram.com/p/CiPcYXFDivd/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 25 days ago
Photo
Tumblr media
Recebi este texto, de uma pessoa muito querida para mim. E em jeito de gratidão por todos os que aqui estão, em jeito de passa a palavra a quem mais precisa ler, que senti que fazia sentido partilhar aqui! *** Praticando o desapego "Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário.... Perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos que já se acabaram. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora. Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: Diga a sí mesmo que o que passou jamais voltará. Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo... - Nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade. Encerrando ciclos, não por causa do orgulho, por incapacidade ou por soberba... Mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais em sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Quando um dia você decidir a pôr um ponto final naquilo que já não te acrescenta. Que você esteja bem certo disso, para que possa ir em frente, ir embora de vez. Desapegar-se, é renovar votos de esperança de si mesmo, É dar-se uma nova oportunidade de construir uma nova história melhor. Liberte-se de tudo aquilo que não tem te feito bem, daquilo que já não tem nenhum valor, e siga, siga novos rumos, desvende novos mundos. A vida não espera. O tempo não perdoa. E a esperança, é sempre a última a lhe deixar. Então, recomece, desapegue-se! Ser livre, não tem preço!" Fernando Pessoa *** Com amor e de coração quente pela vossa presença de uma forma ou outra no meu aniversário (mesmo aos inúmeros telefonemas que não atendi, porque foi impossível gerir um dia com todas as solicitações...), Judite (em Gondomar, Portugal) https://www.instagram.com/p/CiKE3v2jBhh/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 26 days ago
Photo
Tumblr media
E é isso! Os meus poderosos 39! Nem mais, nem menos! Hoje comecei melancólica neste meu poder. Quem me acompanhou aqui nos últimos tempos sabe como estou numa fase "Fuck Off". Nada tem um acaso... tudo tem um propósito... E hoje, acordei num dia extremamente caótico que veio pegar-me pelos cabelos e mergulhar a minha cabeça naquilo que eu estou a embrulhar. Na verdade este processo já começou com algumas presenças e conversas que tenho recebido desde a semana passada... mas hoje... hoje... bem... Desde as 4 da manhã em turbilhão na mente, nas emoções, no caos! Tudo o que podia fugir do meu controlo no que tinha programado para a manhã... fugiu... E em algumas mensagens e telefonemas que recebi, dos meus seres especiais, de alguns [email protected] [email protected] de evolução nesta terra... veio aquele empurrar para: deixa-te de merd*s e faz o que tens a fazer! Tenho adiado algumas mudanças. Sérias mudanças. E neste sentido, tenho andado aqui a manter algumas coisas que já nada fazem sentido na minha vida. Hoje a vida, o universo deu-me este abanão: é isto? é isto, Judite? Vamos manter-nos no equilíbrismo a manter as várias fases de ti? Ou vamos mesmo passar adiante para a próxima fase? Eu aceito-me no desafio da segunda. Então neste meu dia de aniversário, nestes turbilhões dentro de mim. Onde já chorei. Onde já ri. Afirmo-me no encerramento de tantos papéis, projectos, rumos e compromissos que já não me cabem mais. Rasgando-os agradecidamente pelo tempo que cá estiveram. Mas com um ponto final. Um dia que marca poder ser mais de mim. Continuando a ser quem sou, mas na libertação daquilo que já não sou. Por isso, agradeço antecipadamente todas as vossas mensagens. Porque nos próximos dias estarei mo mergulho do meu interno, a fazer o que preciso fazer para 'arrumar' esta casa. E com essa paz no coração, começar este ciclo fantástico (na qualidade de ser ainda mais verdadeiro de mim para mim) que aí vem. Com amor e grata pela vossa presença neste dia, Judite ❤️‍🔥 (em Universo) https://www.instagram.com/p/CiHvv67DgCv/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 27 days ago
Photo
Tumblr media
Amanhã celebro 39 + 64 anos do tempo que estive no ventre de cada uma destas mulheres. Sim! Muitas vezes andamos nas nossas azáfamas e esquecemo-nos que quando nascemos, não nascemos do zero. Que passámos tempo no ventre da nossa mãe e que retemos todos os acontecimentos desse tempo: das alegrias às preocupações, ao que foi dito e sentido, até ao pensado. Que passámos tempo no ventre das nossas avós maternas, pois o óvulo fecundado que nos deu origem, é formado no ovário da nossa mãe, acontece no tempo em que ela mesma estava no útero da sua. Com toda a memória que daí advém. Sentida. Que herdamos a informação das vivências dos nossos ancestrais, gravadas no adn das células de todos os que nos conceberam até então. Esquecemos disso tudo. E com isso, exigimos tanto de nós mesmos. E pouco abraçamos a amorosidade da nossa história passada. Porque não começamos do zero quando nascemos, na dinâmica da nossa família. Porque não começamos do zero quando nascemos, na dinâmica da alma que alinha no corpo nascido nessa mesma família. Que somos o conjunto desse todo. E por isso, não fazemos o caminho desprovidos de completa individualidade. Porque somos parte de um todo. De uma mandala. De uma constelação. Honremo-la! Com amor e em modo celebração da vida em pré-aniversário, Judite (em Restaurante Snack-Bar Maganinho) https://www.instagram.com/p/CiFfuOdjCg9/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes
juditehappylife · 28 days ago
Photo
Tumblr media
Countdown!!! A começar a minha celebração de aniversário (sim eu começo a celebrar ums 2/3 dias antes!!! 🤣🤭) E este ano em vez dos tradicionais "parabéns" convido-te a celebrar comigo de uma forma partilhada, deixando aqui em baixo algo que gostarias de relembrar e celebrar comigo sobre nós... um episódio engraçado que vivemos, como nos conhecemos, ou qualquer interacção que sintas partilhar!!! Estou curiosa sobre como vamos celebrar isto juntas... 💗☺️ Com amor e a celebrar a vida!!! Judite (em Pherrugem) https://www.instagram.com/p/CiDrSSiDdq5/?igshid=NGJjMDIxMWI=
0 notes